FUNDAÇÃO CULTURAL
DE CRICIÚMA
\\ Projeto aprovado pela Lei Aldir Blanc conta história dos Campesinos
O audiovisual possui um clipe musical e um documentário sobre a trajetória da banda gaúcha que migrou para Criciúma
  • Data: 20/04/2021 - 03:41:00
  • Última Atualização: 20/04/2021 - 03:42:38
  • Texto: Thaís Borges
  • Foto: Divulgação/Decom
$noticia->title

O edital n°002/2020 da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), viabilizou o projeto Os Campesinos/42 anos de Estrada, por meio da Lei Federal Aldir Blanc. O audiovisual é composto por uma introdução que conta a migração da banda gaúcha até Criciúma e possui um clipe que fala sobre a cidade e sobre o seu município de origem, São José dos Ausentes (RS). O vídeo pode ser acompanhado no link: https://www.youtube.com/watch?v=BABBza6m0SA.

A ação envolveu dez pessoas que construíram as músicas, fizeram a consultoria do projeto, a locução, a edição e produção do audiovisual. Ele foi contemplado na categoria de quatro pessoas ou mais no valor de 22 mil reais. Esta é a primeira ação cultural em que a banda se envolve. “Acompanhei o lançamento do edital e procurei a FCC”, declara o vocalista dos Campesinos, Ênio Alberto. Segundo ele, “Criciúma ofereceu todas as condições, então ficaram e já estão na cidade há 42 anos”.

A introdução do vídeo foi composta por uma série de imagens de arquivo da banda que mostra os momentos marcantes que Os Campesinos tiveram em seus 42 anos de música e o estabelecimento do grupo em Criciúma, em 1979. A música ‘Misturando’ foi escrita para fazer parte da trilha do vídeo e a música ‘Campesino’, completa o audiovisual de oito minutos. As imagens do clipe dos ‘Campesinos’, foram gravadas no distrito de Várzea de São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul, e em frente ao Monumento às Etnias, no Parque Municipal Prefeito Altair Guidi.

“Esse vídeo representa todo o empenho dos artistas locais que se reinventaram nesse momento de dificuldades e produziram trabalhos de qualidade independente do gênero artístico de expressão. Os Campesinos vieram para comprovar isso”, conta o diretor de Turismo da Fundação Cultural de Criciúma, Ismail Ahmad Ismail.

 

 


Copyright © Diretoria de Tecnologia da Informação | Prefeitura Municipal de Criciúma