FUNDAÇÃO CULTURAL
DE CRICIÚMA
\\ Evento ‘O Jorge é Nosso’ ocorre virtualmente a partir do dia 25 de fevereiro em Criciúma
Projeto aprovado pela Lei Aldir Blanc. O Festival Artístico e Cultural ocorrerá na próxima semana e será transmitido diretamente do Centro Cultural Jorge Zanatta
  • Data: 16/02/2021 - 06:43:00
  • Última Atualização: 17/02/2021 - 11:17:27
  • Texto: Thaís Borges
  • Foto: Arquivo/Decom
$noticia->title
Entre os dias 25 à 28 de fevereiro ocorrerá o Festival Artístico e Cultural "O Jorge é Nosso". Um projeto entre os 84 contemplados do edital Lei Aldir Blanc, na categoria de quatro pessoas ou mais, no valor de R$ 22 mil reais. O evento será transmitido direto do Centro Cultural Jorge Zanatta, e terá 20 apresentações em quatro dias de Festival, iniciando às 18h30. Em cada dia, somente os artistas da data e a equipe técnica estarão presentes para respeitar o distanciamento social. Serão realizadas exposições, apresentações musicais, performance, oficina, leitura poética e palestras. O Festival pode ser acompanhado no canal do Youtube: https://bit.ly/2Nuj9MY. 
 
Estrutura do projeto 
 
Em 2019, o evento ocorreu pela primeira vez, tendo como idealizadoras e produtoras Ana Bertolina e Mixa Miranda. No início de 2020, contaram com a participação de Tatieli Bertoldo para a produção do evento. As organizadoras começaram a formar um novo Sarau, com o intuito de realizá-lo todos os anos. Com a pandemia e o lançamento do edital da Lei de Emergência Aldir Blanc, Ana, Mixa e Tatieli viram a oportunidade de reestruturar a iniciativa e colocá-la em prática neste ano. “No ano passado não tivemos o evento, mas aproveitamos para montá-lo para 2021. A gente já tinha os artistas que iriam participar e o formato do projeto. Com isso, nosso objetivo foi mais estimulante, pois a gente sabia que teria um valor caso ganhássemos, um valor que pudéssemos dar um aporte financeiro a esses artistas para participar. Não é fácil viver de cultura e, principalmente, os artistas independentes que sofrem com isso”, relata uma das idealizadoras do projeto e atriz, Ana Bertolina. 
 
Após a contemplação do projeto, as organizadoras entraram em contato via e-mail e WhatsApp com os artistas. Com isso foram selecionados aqueles que se mostraram interessados. Logo, foi feita a divisão dos valores para contemplar a todos. Além disso, a produção separou uma parte do valor para contemplar mais 10 artistas, fazendo compra de um vale dos seus produtos para sortear durante as lives do Festival. “O Festival, além de ser artístico, se torna Cultural, pois ele possibilita ao espectador acesso ao conhecimento em diversas vivências através da linguagem da arte.” declara uma das desenvolvedoras do projeto. 
 
Segundo o diretor de Turismo da FCC, Ismail Ahmad Ismail, o projeto é um potencial para o nicho da cidade “O projeto é um entre muitos que estão pipocando na cidade. A iniciativa é uma prova de que o setor quando tem apoio, recursos, ele se desenvolve, gera conteúdo e inclusão social”, afirma.

Copyright © Diretoria de Tecnologia da Informação | Prefeitura Municipal de Criciúma